RSS 

Comunicados

  • Image
    22 de janeiro de 2020Reunião do Conselho de Ministros de 22 de janeiro de 2020
    Presidência do Conselho de Ministros
    VIII Governo Constitucional
    .............................................................................................................................
    Comunicado de Imprensa
    Reunião do Conselho de Ministros de 22 de janeiro de 2020
    O Conselho de Ministros reuniu-se no Palácio do Governo em Díli e aprovou a Resolução do Governo, apresentada pela Ministra da Saúde em exercício, Élia António de Araújo dos Reis Amaral, sobre a Adoção do Regulamento Sanitário Internacional, um dispositivo legal internacional, criado no âmbito da Organização Mundial da Saúde (OMS) que estabelece procedimentos e medidas sanitárias para proteção da saúde pública, no sentido de impedir a propagação internacional de doenças. Irá também ser criada uma Comissão Interministerial que será responsável pela implementação, pela coordenação, pela avaliação e pela monitorização do Regulamento Sanitário Internacional. FIM
    ver mais
  • Image
    14 de janeiro de 2020Governo manifesta a sua solidariedade com a Austrália
    Presidência do Conselho de Ministros
    VIII Governo Constitucional
    .............................................................................................................................
    14 de janeiro de 2020
    Comunicado de Imprensa
    Governo manifesta a sua solidariedade com a Austrália
    Em nome do povo de Timor-Leste, o Governo expressa a sua profunda solidariedade para com o Povo e o Governo da Austrália que enfrentam há mais de três meses numerosos e violentos incêndios.
    As chamas que lavram quase ininterruptamente desde o final de setembro de 2019 por quase todo o país, já consumiram uma vasta área de floresta, que abrange milhões de hectares, causando pelo menos 25 mortos, dezenas de desaparecidos, populações isoladas, milhares de habitações destruídas, centenas de milhares de animais mortos e várias espécies em risco de extinção.
    O Governo de Timor-Leste apresenta as suas mais sentidas condolências às famílias das vítimas e louva o trabalho das autoridades nas ações de combate ao fogo e salvamento, em condições de extrema dificuldade.
    O Porta-Voz do VIII Governo Constitucional, o Ministro de Estado, Agio Pereira, afirmou que "os nossos sentimentos vão para as famílias que perderam entes queridos e saudamos aqueles que continuam determinados no combate aos incêndios e no apoio às populações afetadas por esta catástrofe". FIM
    ver mais
  • Image
    13 de janeiro de 2020Reunião Extraordinária do Conselho de Ministros de 13 de janeiro de 2020
    Presidência do Conselho de Ministros
    VIII Governo Constitucional
    .............................................................................................................................
    Comunicado de Imprensa
    Reunião Extraordinária do Conselho de Ministros de 13 de janeiro de 2020
    O Conselho de Ministros reuniu-se no Auditório Kay Rala Xanana Gusmão, no Ministério das Finanças, em Díli e aprovou o Decreto do Governo, apresentado pela Ministra das Finanças, Sara Lobo Brites, relativo à execução orçamental em regime duodecimal. Tendo em conta que o processo de aprovação da proposta de lei do Orçamento Geral do Estado para 2020 ainda não se encontra concluído, este Decreto do Governo vem aprovar, ao abrigo da Lei n.º 13/2009, alterada pelas Leis n.º 9/2011 e n.º 3/2013, o conjunto de normas destinadas a disciplinar a aplicação do regime duodecimal. O presente diploma produz efeitos a 1 de janeiro de 2020 e cessa automaticamente após a entrada em vigor da lei do Orçamento Geral do Estado para 2020. FIM
    ver mais
  • 19 de dezembro de 2019Reunião do Conselho de Ministros de 19 de Dezembro de 2019
    Presidência do Conselho de Ministros
    VIII Governo Constitucional
    .............................................................................................................................
    Comunicado de Imprensa
    Reunião do Conselho de Ministros de 19 de dezembro de 2019
    O Conselho de Ministros reuniu-se no Palácio do Governo, em Díli e aprovou a Proposta de Lei do Orçamento Geral do Estado (OGE) para o ano fiscal em 2020, apresentada pela Ministra das Finanças em exercício, Sara Lobo Brites. O OGE 2020 foi preparado com base em cinco principios fundamentais, a sustentabilidade fiscal a médio e longo prazo, o alinhamento com as prioridades nacionais, a capacidade de execução orçamental, a capacidade de absorção da economia local e a qualidade do orçamento.  Neste sentido, o Conselho de Ministros aprovou, um orçamento para 2020 com uma despesa pública estimada na ordem de US$ 1.668 milhões (mil seiscentos e sessenta e oito milhões de dólares americanos), incluindo as receitas provenientes da RAEOA/ZEEMS, União Europeu (UE) e dos Empréstimos, para cobrir as necessidades do programa e prioridades nacionais definidas pelo VIII Governo Constitucional.  Esta nova Proposta do OGE para 2020 irá ser submetida ao Parlamento Nacional no dia 19 de dezembro de 2019.
    Finalmente, O primeiro-Ministro agradeceu a equipa de trabalho que realizou revisão do OGE, criada no dia 4 de dezembro, liderada pelo Ministro de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, Agio Pereira; a Ministra das Financas, Sara Lobo Brites; o Ministro dos Transportes e Comunicação, José Agustinho da Silva e a Ministra da Educação, Juventude e Desporto, Dulce de Jesus Freitas. FIM
    ver mais
  • 18 de dezembro de 2019Tolerância de Ponto nos dias 24, 26, 30 de desembro 2 de Janeiro de 2020
    Presidência do Conselho de Ministros
    VIII Governo Constitucional
    .............................................................................................................................
     Correcção do Comunicado de Imprensa do dia 18 de Dezembro de 2019
    Tolerância de Ponto nos dias 24, 26 e 30 de dezembro de 2019 e dia 2 de janeiro 2020
    A Lei n.º 10/2005, de 10 de Agosto, na redação dada pela Lei n.º 3/2016, de 25 de maio, estabelece os dias que são feriados nacionais e as datas oficiais comemorativas, fixando ainda as condições em que é concedida tolerância de ponto.
    O Natal é uma das solenidades que reveste da maior importância na comunidade Cristã, em que se celebra o nascimento de Jesus Cristo, celebrando a missa de Natal.
    Considerando que o Natal está ainda associado à festa da familia, tradicionalmente consagrado à reunião de todos os seus membros.
    Considerando que o dia do Ano Novo, dia de agradecimento ao ano que passou e de boas vindas ao ano que chega, é também assinalado com festividades e cerimónias religiosas.
    Tendo em conta o disposto no artigo 7.º, nas alineas a) e c) do respectivo n.º 2 e na alinea d) do n.º 6 do mesmo artigo,da Lei n.º 10/2005, de 10 de agosto, na redação dada pela Lei n.º 3/2016, de 25 de maio,  o Primeiro-Ministro determina:
                1. É concedida tolerância de ponto nos dias 24, 26 e 30 de dezembro de 2019, durante todo o dia;
                2. É concedida tolerância de ponto, também, no dia 2 de janeiro de 2020, durante todo dia.
    O presente despacho abrange todos os funcionários e agentes dos ministérios ou serviços deles dependentes, bem como dos institutos e organismos integrados na administração indirecta do Estado. FIM
    ver mais
  • 18 de dezembro de 2019Feriados em 2020
    Presidência do Conselho de Ministros
    VIII Governo Constitucional
    .............................................................................................................................
    Comunicado de Imprensa
    Feriados em 2020
    Os feriados de data fixa e de data variável determinados pela Lei n.º 10/2005, de 10 de agosto, para 2019 são os seguintes:
    a) 1 de janeiro – Dia de Ano Novo (feriado de data fixa);
    b) 3 de março – Dia dos Veteranos (feriado de data fixa);
    c) 10 de abril – Sexta-Feira Santa (feriado de data variável);
    d) 1 de maio – Dia Mundial do Trabalhador (feriado de data fixa);
    e) 20 de maio – Dia da Restauração da Independência (feriado de data fixa);
    f) 24 de maio – Idul Fitri (feriado de data variável)
    g) 11 de junho – Festa do Corpo de Deus (feriado de data variável);
    h) 31 de julho – Idul Adha (feriado de data variável);
    i) 30 de agosto – Dia da Consulta Popular (feriado de data fixa);
    j) 1 de novembro – Dia de Todos os Santos (feriado de data fixa);
    k) 2 de novembro – Dia de Todos os Fiéis Defuntos (feriado de data fixa);
    l) 12 de novembro – Dia Nacional da Juventude (feriado de data fixa);
    m) 28 de novembro – Dia da Proclamação da Independência (feriado de data fixa);
    n) 7 de dezembro – Dia da Memória (feriado de data fixa);
    o) 8 de dezembro – Dia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, padroeira de Timor-Leste (feriado de data fixa);
    p) 25 de dezembro – Dia de Natal (feriado de data fixa);
    q) 31 de dezembro – Dia dos Heróis Nacionais (feriado de data fixa).
    A Lei n.º 10/2005, de 10 de agosto, recorde-se, estabelece o regime jurídico dos feriados, datas oficiais comemorativas e tolerância de ponto, e foi alterada pela Lei n.º 3/2016, de 25 de maio, que promoveu algumas alterações no sentido de reconhecer datas históricas da Luta pela Libertação. FIM
    ver mais
  • 18 de dezembro de 2019Reunião do Conselho de Ministros de 18 de dezembro de 2019
    Presidência do Conselho de Ministros
    VIII Governo Constitucional
    .............................................................................................................................
    Comunicado de Imprensa
    Reunião do Conselho de Ministros de 18 de dezembro de 2019
    O Conselho de Ministros reuniu-se no Palácio do Governo em Díli, e aprovou a Proposta de Resolução do Governo para o estabelecimento da posição de ”Representante Especial para a Economia Azul”, a ser desempahada por Sua Exelência Kay Rala Xanana Gusmão, apresentada pelo Primeiro-Ministro, Taur Matan-Ruak. Esta posição tem como objectivo advogar e apoiar a nível nacional e internacional o crescimento da economia azul de Timor-Leste, o uso sustentável dos recursos oceânicos para o crescimento económico, apresenta inúmeras oportunidades para Timor-Leste para o seu desenvolvimento social e económico.
    O Conselho de Ministros assistiu à apresentação da Ministra Finanças, Sara Lobo Brites relativa ao empréstimo negociado com o Banco Mundial que diz respeito à reabilitação e manutenção da estrada de Gleno-Letefoho-Hatubilico. O período de construção é de 3 anos e irá começar no ano de 2020 e finalizar em 2023. O Conselho de Ministros autorizou a Ministra das Finanças a assinar referido acordo de empréstimo.
     Asistiu, ainda, à apresentação do Ministro do Ensino Superior, Ciência, e Cultura, Lounguinhos dos Santos relativo a assinatura de Protocolos de Cooperação entre o Ministério do Ensino Superior, Ciência, e Cultura e as Universidades de Portugal: Universidade do Minho; do Porto; de Évora; Algarve; e do Instituto Politécnico do Porto, e a Universidade Walailak da Tailândia, que recebem estudantes bolseiros timorenses. A assinatura destes acordos visa operacionalizar o pagamento às universidades das bolsas aos estudantes bolseiros e coordenar o progresso dos estudos dos bolseiros.
    O Conselho de Ministros aprovou o Decreto do Governo apresentado pela Ministra da Educação, Juventude e Desporto, Dulce de Jesus Soares relativo à atribuição  de distinção a educadores de infância, docentes e dirigentes de estabelecimentos escolares. Esta distinção é atribuida para reconhecer a importância do trabalho desempenhado por docentes e dirigentes enquanto fator de motivação e de incentivo para promover uma educação de qualidade.
    Finalmente, o Conselho de Ministros aprovou a Proposta de Deliberação apresentada pelo Ministro das Obras Pública, Salavador Soares do Reis Pires e irá submeter a visto previo da Câmara de Contas, relativo à alteração do contrato público de empreitada celebrado com a compahia China Wu.Yi.Co., Ltd para a melhoria e manutenção das estradas de Díli, datado 14 de setembro de 2019. FIM
    ver mais
  • Image
    06 de dezembro de 2019Lighthouse vs Timor-Leste Tribunal de Recurso (Supremo Tribunal de Victoria)
    Presidência do Conselho de Ministros
    VIII Governo Constitucional
    .............................................................................................................................
    Comunicado de Imprensa
    6 de dezembro de 2019
    Lighthouse vs Timor-Leste Tribunal de Recurso (Supremo Tribunal de Victoria)
    O Supremo Tribunal de Apelação de Victoria proferiu hoje o acórdão sobre o recurso do Governo de Timor-Leste contra uma decisão do Supremo Tribunal de Victoria, em maio de 2019, de conceder à Lighthouse Corporation Pty Ltd e à Lighthouse Corporation IBC (em conjunto Lighthouse) o direito de ouvir o seu caso contra a República Democrática de Timor-Leste e o seu departamento de eletricidade (EDTL) em Victoria. A disputa diz respeito a acontecimentos ocorridos em Timor-Leste em 2010 e 2011 relativamente a um alegado contrato para o fornecimento de combustível e geradores em Timor-Leste. O Governo de Timor-Leste acredita que nenhum contrato vinculativo foi celebrado.
    O Tribunal de Apelação considerou que a decisão do juiz de que o Tribunal de Vitória não era um fórum claramente inadequado para ouvir a disputa. O Tribunal de Apelação considerou que o juiz não errou na sua abordagem para resolver a questão e, portanto, recusou o recurso.
    Timor-Leste argumentou que o juiz errou de duas formas importantes ao chegar à sua conclusão sobre a questão de “forun non conveniens”. Isso não foi aceite pelo Tribunal de Apelação.
    Em particular, Timor-Leste argumentou que as ligações da disputa com Victoria eram insubstanciais, tangenciais relativamente às principais questões, e ténues, e que havia um conjunto de conexões muito significativas com Timor-Leste. Timor-Leste argumentou que o juiz principal, Almond J, deveria ter considerado que Victoria era um fórum claramente inadequado para a disputa ser ouvida, dada a relevância da lei timorense para determinar a existência de um contrato (uma questão em disputa no caso) e outros fatores que ligam o caso com Timor-Leste.
    O caso envolveu questões jurídicas complexas, e o Governo de Timor-Leste irá agora analisar os pormenores do acórdão e rever as suas opções jurídicas. O Governo de Timor-Leste continua confiante na sua posição jurídica relativamente à falta de contrato entre as partes, independentemente de onde o caso seja ouvido.
    A disputa sobre se Victoria era o fórum apropriado para o caso seguiu uma tentativa malsucedida pela Lighthouse em 2015 para ter a disputa ouvida pelo Centro Internacional para a Resolução de Disputas de Investimento (ICSID). Em 23 de dezembro de 2017, o Tribunal determinou que o ICSID não tinha competência para ouvir o caso. FIM
    ver mais
1 2 3 4