Timor-Leste lamenta a morte de Eric Edward Hotung

Primeiro-Ministro

VII Governo Constitucional

.............................................................................................................................

Díli, 28 de setembro de 2017

Timor-Leste lamenta a morte de Eric Edward Hotung

O Governo de Timor-Leste, em nome de toda a nação, apresenta o seu profundo pesar e condolências à família e amigos do Embaixador Eric Edward Hotung, falecido na semana passada, aos 91 anos.

Nomeado Embaixador itinerante de Timor-Leste em 2002, Eric Edward Hotung, foi um notável filantropo, e grande amigo do povo e da nação timorense. Nascido em Hong Kong, em 1926, sensibilizou-se pela causa de Timor-Leste durante a luta pela Restauração da Independência.

Em 1998 ajudou cerca de 12 mil refugiados a regressar ao território, ao comprar um navio à marinha australiana, que foi usado, também, para prestar auxílio médico às populações costeiras da ilha e transportar cerca de 400 toneladas de ajuda de emergência, durante a crise de 1999. Ofereceu, ainda, a reabilitação do Aeroporto Internacional de Díli (atual Aeroporto Internacional Presidente Nicolau Lobato) e as instalações da Clínica do  Bairro Pité, também na capital.

Em agosto de 2002, o Embaixador Eric Edward Hotung foi o anfitrião da delegação oficial que acompanhou, em Nova Iorque e Washington, a cerimónia de atribuição a Timor-Leste do estatuto de membro da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas.

Neto do empresário Robert Hotung e filho de Edward Hotung e Mordia O'Shea, Eric Edward Hotung foi viver para Shangai com o pai quando era ainda criança. Regressou a Hong Kong na II Guerra Mundial, onde trabalhou nas urgências de um hospital.

Em dezembro de 1941, com a ocupação de Hong Kong pelos japoneses, Eric Edward Hotung, voltou para Shangai, onde esteve em prisão domiciliária. Terminada a guerra, em 1947, foi estudar para os Estados Unidos da América.

Regressou a Hong Kong após o falecimento do avô em, 1956, e do pai, em 1957, onde assumiu o controlo das empresas da família. Na década de 80, começou a trabalhar em diplomacia.

O Primeiro-Ministro, Mari Alkatiri, apresentou as condolências à família e amigos do Embaixador Eric Edward Hotung e salienta “o grande carinho e afeto que o povo timorense tem por este grande amigo da nação. As suas ações e o seu profundo compromisso com os direitos humanos, com a justiça e com a solidariedade, não serão esquecidos. O Embaixador Eric Hotung irá permanecer na nossa memónia e nos nossos corações”.FIM

   Topo